Prazo para aderir ao Simples vai até sexta


Micro e pequenas empresas que foram excluídas do Simples nacional têm até a próxima sexta-feira, dia 31 de janeiro, para regular as pendências e aderir novamente a esse modelo simplificado de arrecadação de impostos. Para voltar ao Simples, a empresa não deve ter pendências com a Receita Federal. Esse prazo também vale para quem vai aderir pela primeira vês ao Simples.


Empresas estreantes passam a fazer parte desse sistema tributário 30 dias após a adesão enquanto quem recupera a participação tem o reconhecimento retroativo a 01 de janeiro. É importante não deixar para a última hora e solicitar a colaboração de um contador ou auxílio do Sebrae porque sistemas da Receita Federal, por problemas de manutenção, ficaram fora do ar por alguns dias este mês.


Segundo o presidente da Federação das Associações de Micro e Pequena Empresa de Santa Catarina (Fampesc), Alcides Andrade, diversas empresas enfrentaram dificuldades neste mês no acesso de serviços da Receita devido aos problemas técnicos da instituição.


A adesão também pode ser feita diretamente pelo empresário no portal do Simples Nacional. O sistema simplificado reúne o pagamento de oito tributos. De acordo com informações da Receita Federal divulgadas pela Agência Brasil, as principais irregularidades que causam a exclusão do Simples são a falta de documentos, excesso de faturamento, débitos tributários, parcelamentos pendentes ou o exercício pela empresa de atividades não incluídas nesse regime de tributação.


Fonte: NSC Total


#Contabilidade #Contábeis #BaseContabilidade #Palhoça #Contador #MarcosCardosoCanto #Florianópolis #SimplesNacional

4 visualizações

© 2020 por Base Contabilidade

  • Base Contabilidade
  • @base.cnt

Desenvolvido por Tratto Comunicação